Depois que você partiu

Tempo de leitura: 6 minutos

Oi Lelê!? Você não me conhece, na verdade nem eu te conheci. Mas, você mudou minha vida. Ou melhor, tem mudado dia após dia. Depois que você partiu eu faço inúmeras visitas ao seu perfil do Facebook, ao memorial que fizeram em sua homenagem. Fico olhando suas fotos, as mensagens de carinho e luto deixados por amigos e familiares, fico olhando seus vídeos, a alegria que você tinha, o exemplo que passava a todos com sua ternura e bondade.

Eu estou escrevendo esse texto e ouvindo a música tema do filme “A Teoria de Tudo” que conta a história do Stephen Hawking. No final eu explico porque. Eu sei que estou escrevendo esse texto como se fosse pra você e sei que você nunca vai poder ler. Mas, de alguma maneira eu preciso que saiba e que as pessoas saibam o quanto você me marcou, aliás, o quanto você me marca. Eu queria tê-la conhecido antes, enquanto poderia conversar, pedir conselhos, quem sabe rir juntos. Nós trabalhamos juntos no último encontro, mas eu sequer tive a oportunidade de lhe dizer um “Graça e Paz”. Como eu queria voltar no tempo e poder lhe dizer simplesmente isso.

É curioso a forma como você me toca, o seu exemplo, o seu testemunho, a sua vida. As vezes fico me perguntando porque DEUS a levou, você que era verdadeiramente um espelho para essa geração. Cada dia que passa eu fico pensando que eu deveria ter ido no seu lugar. Sabe, eu não vejo muito significado para a minha vida, diferente de você eu ainda não me encontrei, não me descobri, não sei qual é o chamado de DEUS para a minha vida. Durante alguns anos eu até cheguei a cogitar um chamado pastoral, mas percebendo o meu jeito e minhas relações interpessoais, descobri que não pode ser isso.

Você viveu uma vida de significado e mesmo depois de você partir, seu exemplo continua tão forte como os raios solares ao meio dia. Você continua viva na vida das pessoas que marcou, e sabe de uma coisa, o pouco de bondade que há em mim é um reflexo do que aprendi com você, ou com a persona que conheci de ti. Eu queria tê-la conhecido antes, para compartilhar juntos da Bíblia, cantar algum louvor e rir de alguma piada sem graça.

Lelê, eu relutei bastante tempo para escrever esse texto, porque no fundo eu sabia que não teria muita coisa para escrever sobre ti, eu não a conheci e isso é verdadeiramente uma pena. Mas, eu não consigo entender a influência que você tem sobre mim. Ainda hoje, quando eu penso em fazer algo errado eu paro e penso: “Ela não faria isso, ela não agiria assim.” Imediatamente eu desisto daquela ideia e tento mudar os rumos.

Eu deveria tê-la conhecido antes. Assim eu poderia escutar suas histórias, seu testemunho, te ouvir pregar, ouvir suas experiências e a maneira como falava do amor de DEUS. Eu deveria tê-la conhecido antes para ir em alguma programação, e quem sabe planejar uma tarde de evangelismo, eu deveria tê-la conhecido antes para aprender com você como marcar e impactar vidas, como ter um testemunho que transcende o tempo, o espaço e até mesmo a história.

Depois que você partiu eu fico revirando minha mente atrás de uma pequena fagulha que se assemelha com você, porque você é a personificação perfeita do amor de DEUS, você é a essência de Cristo, eu deveria tê-la conhecido antes, assim poderia pedir uma oração e escutar seus valiosos conselhos que foram dados aos amigos mais próximos.

Há um tempo eu venho passando por vários problemas, obstáculos e medos. Eu já pensei em tanta coisa ruim, já quis fazer tanta coisa ruim comigo mesmo, já pensei em desistir de tudo, de abandonar tudo, de apostatar a minha fé. Mas, aí DEUS me traz você a memória e eu volto lá no seu Facebook para reiniciar o meu ciclo de te conhecer, mesmo agora, depois que você partiu. Eu deveria tê-la conhecido antes, quem sabe eu estaria ali na sua lista de amigos, eu poderia tê-la visto postar aquilo que o seu coração sentia sobre DEUS e iria entender mais como você O via e como O sentia dentro de si.

Você tem mudado a minha vida, aos poucos, devagar, mas você me faz querer ter uma vida com propósito, com significado, você me faz querer ser melhor, você me faz querer mudar, você me faz querer ajudar as pessoas, você me faz querer continuar lutando pela vida, você me faz querer sonhar. você me faz querer tocar a vida das pessoas com a mesma intensidade que você tocou a minha, você me faz querer ser um homem segundo o coração de DEUS, você me faz querer  mudar o mundo, obrigado por isso.

Talvez a minha jornada rumo a essa nova pessoa que eu pretendo me tornar demore um tempo, talvez eu ainda tenha algumas recaídas e sinta que minha vida não tem significado, ou que todos me abandonaram. Talvez eu ainda me sinta perdido e sozinho e tenha indícios de depressão, talvez eu ainda chore, ainda sofra, ainda queira sumir, mas… eu sei que se tudo isso acontecer, de alguma forma linda e misteriosa, você ainda estará lá. Eu ainda poderei visitar seu perfil, ver suas fotos, suas publicações, seus vídeos, e o carinho que as pessoas tinham por você, e isso me dará forças para seguir em frente.

Lelê, obrigado por viver uma vida de integridade, de humildade, de serviço e de amor. Você foi, é e continuará sendo um exemplo para essa geração. Minha oração é que o seu testemunho continue a impactar vidas, mesmo as que você não conheceu como é o meu caso. Eu espero um dia encontrá-la para poder lhe agradecer pessoalmente, sua vida, seu testemunho, seu caráter e sua semelhança com o Criador impactaram uma geração, louvado seja DEUS pela sua vida, muito obrigado Letícia.

Lembra que eu disse que estava escutando a música tema do filme “A Teoria de Tudo” ? Então, é apenas uma melodia, mas encontrei um vídeo que diz tudo que eu queria nesse momento. Minha vontade era retroceder no tempo como esse vídeo, fazer tudo voltar para quando o seu sorriso irradiava, quando sua voz poderia ser ouvida e percebida a distância, quando eu poderia ter tido a oportunidade de conhecê-la, quando eu poderia ter pedido que orasse por mim, mas não é possível voltar no tempo, uma coisa eu tenho aprendido, não há erros nos planos de DEUS, eu quero que você saiba que mesmo sem me conhecer, você deixou um pedacinho da sua vida em mim, e eu vou vivê-la para honrar sua memória, que eu seja um discípulo seu, assim como você foi de Cristo. Obrigado Letícia Calisto, obrigado Lelê, você é com certeza um exemplo a ser seguido e marcou minha vida de uma forma que você nem pode imaginar!

 

In Memorian de Letícia Calisto (Lelê)

 

Depois que você partiu - Franklin S. Carter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *