Suzana - Franklin S. Carter

11 minutos Haviam tantas dores em seu olhar, como se ela carregasse todo o peso do mundo em seus ombros. Havia um semblante triste, desfalecido, abatido e angustiado. Sua fala não era percebida, na verdade ela sequer era notada, passava despercebida em meio há uma multidão de pessoas. Mesmo quando havia só ela numa sala ninguém a reparava, as pessoas olhavam o salão oval, os lustres no teto, as molduras nos quadros que ornamentavam a parede, os detalhes do corrimão da escada de madeira esculpido Continue lendo

Depois que você partiu - Franklin S. Carter

6 minutos Oi Lelê!? Você não me conhece, na verdade nem eu te conheci. Mas, você mudou minha vida. Ou melhor, tem mudado dia após dia. Depois que você partiu eu faço inúmeras visitas ao seu perfil do Facebook, ao memorial que fizeram em sua homenagem. Fico olhando suas fotos, as mensagens de carinho e luto deixados por amigos e familiares, fico olhando seus vídeos, a alegria que você tinha, o exemplo que passava a todos com sua ternura e bondade. Eu estou escrevendo Continue lendo

5 minutos Eu descobri que perder você foi a coisa mais difícil da minha vida e cheguei a conclusão que eu deveria tê-la amado mais. Eu deveria ter cuidado mais de você e deveria ter te dado ouvidos quando você tentou lutar pelo nosso amor. Eu deveria ter percebido que estávamos morrendo, que nosso amor estava acabando ou que pelo menos eu estava destruindo o seu amor por mim. Eu deveria ter pausado o tempo, reavaliado a situação e criado uma nova brecha ou Continue lendo

5 minutos Hoje acordei diferente, completamente diferente. Eu acordei com um largo sorriso no rosto, como se estivesse tendo o mais puro e sublime sonho. Eu abri os olhos e fiquei deitado na cama tentando me lembrar do sonho, dos acontecimentos imaginários que me levaram à expressar aquele sorriso logo pela manhã e… por mais que eu tentasse me lembrar, eu não consegui. Mas isso não foi de tudo ruim, o meu subconsciente estava completamente em paz. Como se aquilo que aconteceu no meu Continue lendo

8 minutos – Existe, sim! – Não existe! – Existe, sim! Eu sei que existe! – Crianças! Parem com isso agora! Arthur, larga seu irmão, e você, Davi, o que pensa que está fazendo? Que discussão é essa? – Mamãe, o Davi falou que Papai Noel não existe. – Mas é verdade! Você sabe que é verdade, mãe! Por que não conta para ele? – Já para o quarto, Davi. – Mas mãe… – Agora! Enquanto Arthur ia em direção ao seu quarto resmungando, Continue lendo

20 minutos – Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que enviou seu filho unigênito, para que todo aquele que… – Com licença, pastor? – Sim filho, como posso ajudá-lo? – Desculpe atrapalhar seu sermão, eu me chamo Júlio, podemos conversar por alguns minutos? – Você não atrapalhou Júlio. Claro que podemos conversar, prefere aqui ou no meu gabinete. – Eu prefiro aqui se o senhor não se importar. – Como queira. Você aceita uma água ou um café? Já comeu alguma coisa. Continue lendo

13 minutos Música… Não se trata de apenas notas, sons e embalos. Música é vida, é tão essencial como o ar que adentra em seus pulmões. Eu diria que música é a respiração da alma, é a expansão de todo sentimento do seu corpo e mente em cifras tão bem delineadas que muito se assemelham aos corais celestiais no espaço acima de nós. Não consigo enxergar uma vida sem música, da mesma forma que não consigo enxergar uma vida sem um coração ali, batendo, Continue lendo

9 minutos – Você fez um pedido? – Ah, qual é, Caio! Você sabe muito bem que eu não acredito nessas coisas. – Deveria. – Ah, é?! Por quê? – Porque foi por causa de uma estrela que eu conheci você. 10 ANOS ANTES… – O que é isso na sua mão, meu filho? – É um sapo, mamãe! – Um sapo? Onde conseguiu isso? – O vovô que me deu. – Tenho que conversar seriamente com seu avô. Deixe o sapinho ir e Continue lendo

15 minutos Para entendermos essa história, precisamos voltar alguns anos — para uma época onde eu ainda estava cursando o ensino médio e precisava urgente de um trabalho para pagar meu cursinho. Eu queria muito cursar medicina numa universidade federal, mas na época, todos os cursinhos eram muito caros e meus pais não tinham condições de me ajudar, então só tinha uma alternativa: aceitar o primeiro emprego que aparecesse. E, honestamente… hoje agradeço a Deus por ter feito essa escolha. Meu nome é Nataly, Continue lendo

15 minutos – Querida, já está na hora! – Não posso ficar mais um pouco, mamãe? – Não, seu avô precisa descansar. – Amanhã você volta, princesa. O vovô não vai a lugar algum. – Promete? – Eu prometo. 12 HORAS DEPOIS [TOCA O TELEFONE] – Alô?! – Senhora Márcia? – Sim, pois, não? – Aqui é o Hospital Bio Medical, a senhora é a responsável pelo paciente Antônio Fernandes de Alvarenga? – S… Si… Sim… So… Sou… Sou eu. Como está… Como está Continue lendo